domingo, 18 de novembro de 2012

Toca discos de Acrílico - High Voltage



Dessa vez a história é diferente: estava dando uma pesquisada na internet sobre toca discos de acrílico. Olhei para o meu antigo Samsung 4 em 1: o CD não funcionava, eu não usava mais o toca fitas e pensei  vou transformá-lo num toca disco de acrílico. Mas como sempre gosto de gastar o mínimo nesse empreendimentos, resolvi não fazer o toca-discos para não ter que comprar acrílico.
Num dia desses estava indo no sebo próximo a praça Rui Barbosa e avistei uma placa de acrílico grande no lixo em frente a uma loja de bijuterias. Pensei: é essa que eu vou usar no meu toca disco. E como diria meu avô "achei um lixo bom."
Na semana seguinte, falei de novo com meu tio artesão Marlus e já começamos a ter ideias para o novo toca-discos, inclusive meu cunhado Ricardo também mostrou alguns modelos bem interessantes.
Então comecei a pesquisar formas de cortar e furar o acrílico, comprei os materiais que iríamos utilizar e em quatro tardes muito agradáveis, duas delas a base de cheiro de cola de acrílico e muitos vinis, fabricamos um novo toca-discos de acrílico.
Na primeira reunião, desmontamos o som antigo, desconectamos as partes que não interessavam mais e ficando somente com o toca disco, a placa mãe, a placa de som, o transformador, o painel da frente e os ferros de sustentação.
Na segunda tarde, desenhamos um esboço, cortamos as peças de acrílico (com a ajuda do meu primo Felipe) e já tivemos uma noção de como ficaria o som.

Som como era antes - Fotos: Diego Kloss
Desmontando o som e cortando a parte da frente - Fotos: Diego Kloss
Cortando as peças de acrílico - Fotos: Diego Kloss

Parafusando e conectando o painel da frente - Fotos: Felipe
Lixando as peças de acrílico - Fotos: Felipe
Cortando o acrílico do fundo - Fotos: Diego Kloss
Juntando as peças - Fotos: Diego Kloss
Na terceira tarde meu tio terminou de cortar as placas da lateral e fez a parte de cima do toca-disco.

Cortando e medindo as laterais  - Fotos: Marlus Hella
Cortando e medindo as laterais  - Fotos: Marlus Hella
Medindo a parte superior  - Fotos: Marlus Hella
Fechando a parte superior  - Fotos: Marlus Hella
Na quarta e última tarde: fixamos os pés da base (bolas de silicone para não bater a porta) e o transformador na bass; colocamos as lâmpadas de LED azul; colamos a parte central na base, as laterais e por fim o toca-discos na base superior e a base superior na parte inferior.

Parafusando o transformador e as bolas de silicone - Fotos: Diego Kloss
Colocando o LED azul e fixando a parte central na base - Fotos: Diego Kloss
Conectando a placa de som  - Fotos: Marlus Hella
Passando silicone nos cantos - Fotos: Diego Kloss
Testando o som - Fotos: Diego Kloss
Toca-discos "High Voltage" finalizado - Fotos: Diego Kloss
Lateral - Fotos: Diego Kloss
Lateral - Fotos: Diego Kloss
Transformador- Fotos: Diego Kloss
Fundo - Fotos: Diego Kloss
Placa principal  - Fotos: Diego Kloss
Toca-discos iluminado - Fotos: Diego Kloss

Confira o vídeo:

Agradecimento especial ao meu tio pelo tempo e paciência dedicados a esse projeto, ao Ricardo pelas ideias, o Felipe pela assistência, minha mãe e pai por terem ido comprar o material e ao meu vô Mair que cedeu novamente ferramentas, pregos, parafusos e a oficina.

Custo do som de acrílico (dessa vez gastei um pouco mais)
R$ 100,00 > toca discos da Samsung
R$ 0,00 > placas de acrílico
R$ 45,00 > estilete de acrílico
R$ 4,50 > cola de acrílico
R$ 8,00 > silicone
R$ 17,50 > lâmpadas de LED azul
R$ 28,00 > quatro bolas de silicone
Total > R$ 203,00

Enfim, fabricamos o High Voltage, nome do novo toca-discos.

Um comentário: