segunda-feira, 2 de junho de 2014

Plastic Infinite ou Vinil Infinito, mais uma obra de arte do duo inglês Sculpture

Sculpture - Foto: http://tapebox.co.uk/ 
Você se recorda do vinil a animado? Criado pelo músico e produtor Dan Hayhurst e o animador Reuben Sutherland, os vinis animados são formados por anéis concêntricos ilustrados que dependendo da rotação (33, 45 ou 78) “exibem” um filme diferente. O picture disc é prensado nos dois lados e possui um propósito duplo: a reprodução da música e execução da animação, produzida pela rotação do vinil.
Pois então, esse duo inglês Sculpture não parou por aí, criarão o Plastic Infinite ou Vinil Infinito, que nada mais é do que um vinil de 7 polegadas animado em estilo phenakistoscope. Defini-se phenakistoscope como um dispositivo feito com um disco giratório de imagens seqüenciais que em movimento criam uma animação. Até aí nada de diferente do anterior.

Sculpture - Foto: http://tapebox.co.uk/
Porém, nessa edição, para ver a animação é necessário filmar progressivamente o vinil em 25fps com uma velocidade extremamente alta do obturador, além de uma luz muito forte na superfície do disco.
Também é possível visualizar a animação utilizando um estrobo piscando a exatamente 25 vezes por segundo, algo difícil de se encontrar, por isso é mais fácil ajustar o controle de pitch do toca-discos para obter uma maior flexibilidade com a taxa de estrobo.
Existem duas edições: uma colorida (Plastic Infinite) e outra em preto e branco (Slot Hum) e a música executada é uma mistura de gravação de fitas, música eletrônica, programação e ruído analógico, formando uma espécie de colagem modular instável que corresponde perfeitamente com as imagens.

Slot Hum - Sculpture - Foto: http://tapebox.co.uk/ 
Plasctic Infinite - Sculpture - Foto: http://tapebox.co.uk/

O site disponibiliza download do álbum com 2 faixas no formato de sua escolha (MP3 , FLAC, e muito mais) em alta qualidade, além de acesso móvel ilimitado usando o Bandcamp.

Confira o vídeo e entenda melhor.

2 comentários:

  1. Que viagem hein? Eu quero um desse com um rock psicodélico gravado. Combinará perfeitamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza. Ia ser legal se tivesse o Cream nesse estilo de vinil.

      Excluir