quarta-feira, 8 de março de 2017

Toca-discos 07 | Como limpar a agulha do toca-discos

Vários leitores já me fizeram perguntas sobre como fazer a limpeza correta da agulha de um toca-disco e resolvi reunir alguns pontos já explanados em outros posts do blog e complementar com novas informações.
O cuidado com a agulha é essencial para preservar a vida útil dos seus vinis e exige bastante conhecimento principalmente sobre os componentes do sistema, regulagem e nivelamento de toca-discos, possíveis problemas, entre outros assuntos já abordados na seção Toca-discos.
Lembro novamente que os métodos e produtos aqui citados são apenas sugestões, assim, a escolha por esses segue por sua responsabilidade. O blog não se responsabiliza por qualquer dano material ocasionado pela mau uso dos produtos e/ou aplicação incorreta das instruções.
É importante salientar que não sou audiófilo, nem engenheiro de som, por isso o que você vai encontrar aqui é um resumo do que eu encontrei na web e conversei com colecionadores e vendedores de vinil, além é claro, da minha própria experiência.
Esta página está em constante atualização, por isso se você tiver dúvidas ou sugestões mande um email ou deixe um comentário.

Limpeza de agulhas
As agulhas dos toca-discos são feitas de um material bem duro, como a safira ou diamante e recebem um tratamento para que sua superfície fique extremamente lisa. No caso de discos estéreo, as laterais da agulha apoiam-se nas laterais do sulco. Quando a agulha fica gasta, ela adquire faces pontiagudas que destroem facilmente os sulcos do disco e precisam ser substituídas.
Além de lisa, a agulha é muito leve e pequena. Ela é montada no cantilever, uma pequena e leve haste metálica presa a um suporte de borracha bem macia. Esse mecanismo permite que a agulha percorra a trilha do sulco sem danificá-lo.

Agulha suja
Agulha limpa
Na realidade a agulha do toca-discos não suja. O que ocorre na verdade é que, em função da energia estática gerada pelo atrito, há um acúmulo na base da agulha de pequenas partículas de pó existente no vinil e em suspensão no ar, formando uma espécie de pluma.
Se tiver gordura, óleo, misturados com estas partículas, forma-se uma sujeira mais dura e difícil de ser removida. O óleo e a gordura normalmente são provenientes do manuseio incorreto na hora de tirar o vinil da capa e colocar no toca-discos.
Por isso, é importante primeiro verificar que tipo de sujeira está na agulha. Se for uma sujeira leve um pincel macio fino seco remove facilmente a sujeira. No caso de uma sujeira mais dura, existem alguns métodos e produtos que podemos utilizar para facilitar a remoção.

1) Metodos e produtos recomendados
A maioria dos fabricantes de agulha recomenda a limpeza a seco antes e depois tocar um disco e o uso de fluidos apenas quando a sujeira não puder ser removida. É importante também esperar a agulha "esfriar" quando for feita uma limpeza com líquidos, pois durante a audição a agulha "produz calor" devido ao atrito e qualquer produto frio pode danificá-la.
Além disso, as diferentes recomendações dos fabricantes devem ser levadas em conta para cada caso, pois elas podem estar relacionadas com os diferentes tipos de materiais usados nas agulhas, incluindo forma de fixação da ponta e material da suspensão do cantiliver. Por isso, antes da limpeza verifique se o fabricante não restringe o uso de determinado produto.
Existe uma lista de produtos específicos que podem ser utilizados para esse fim que virão logo a seguir, mas se você não quer gastar muito dinheiro para poder fazer uma limpeza simples na sua agulha temos dois métodos simples que já resolvem grande parte dos tipos de sujeira que se acumulam na agulha.

Limpeza de agulha com água
Para alguns casos é possível limpar a agulha apenas com um pouco de água.

Materiais
  • Pincel de pintura fino e extremamente macio, preferencialmente de pelos de marta.
  • Recipiente pequeno
  • Água (se você acabou de usar o toca-discos, opte por água morna)
  • Luminária ou lanterna
  • Lupa ou microscópio

Método
  1. Desligue o toca-discos e prenda o braço no suporte.
  2. Aproxime a luminária ou lanterna na agulha.
  3. Molhe o pincel no recipiente.
  4. Passe o pincel na horizontal com extremo cuidado de trás para frente umas três a quatro vezes.
  5. Espere secar por alguns minutos.
  6. Verifique com a lupa se a sujeira sair por completo
Como limpar a agulha do toca-discos

Como limpar a agulha do toca-discos

Como limpar a agulha do toca-discos
Fotos: Diego Kloss

Limpeza com água e álcool isopropílico
Para outros casos é necessário usar algo um pouco mais forte. Para isso recomenda-se uma pequena quantidade de álcool isopropílico pois ele tem rápida evaporação e usado moderadamente não danifica a agulha.

Materiais
Como limpar a agulha do toca-discos
  • Pincel de pintura fino e extremamente macio, preferencialmente de pelos de marta.
  • Recipiente pequeno
  • Água (se você acabou de usar o toca-discos, opte por água morna)
  • Álcool isopropílico
  • Luminária ou lanterna
  • Lupa ou microscópio

Método
  1. Desligue o toca-discos e prenda o braço no suporte.
  2. Aproxime a luminária ou lanterna na agulha.
  3. Molhe o pincel no recipiente com uma mistura de 70% de água com apenas 30% de álcool isopropílico.
  4. Passe o pincel na horizontal com extremo cuidado de trás para frente umas três a quatro vezes.
  5. Espere secar por alguns minutos.
  6. Verifique com a lupa se a sujeira sair por completo.
Obs.: deve-se passar o pincel de trás para frente para frente para não "agredir" a haste da agulha.

2) Produtos específicos para limpeza
A maioria dos fabricantes recomendam os seus próprios produtos para limpeza de agulhas, por exemplo, Stanton, Audio-Tecnica, Lyra, entre outras. A Ortofon não recomenda o uso de solventes como o álcool e shure recomenda tanto o Record Research Lab#9 ou a mistura de água destilada com uma pequena porcentagem de álcool isopropílico ou desnaturado.

Pincel para agulha (Stylus Cleaner)
Existem uma infinidade de modelos e marcas de pincéis para limpar a agulha. Elas até fazem uma boa limpeza quando aplicadas corretamente na agulha, mas o grande problema além do preço dos pincéis é que a composição do líquido. Muitas vezes, alguns químicos presentes na composição desses líquidos, degradam a qualidade da cola que prende diamante ao cantelever da cápsula. O álcool da composição provoca dilatação da cola e ao ligar o toca-discos isso gera calor e contração da cola. Aos poucos isso vai eliminado pequenas camadas da agulha.
Por isso, deve-se tomar cuidado como tipo de líquido que vai ser comprado e seguir extamente o método de aplicação indicado pelo fabricante.



Zero dust
É um gel bem consistente revestido por uma micro-camada porosa usada para limpar e tirar impurezas da agulha. Ao aplicar levemente a agulha no Zero Dust toda a sujeira fica presa e a agulha sai limpa e seca. Dizem que o Zero Dust, bem cuidado, pode ser usado por muito tempo e quando fica sujo é só limpar a superfície com um pouco de água morna.
Para aplicar basta repousar a agulha sobre o gel. Para tanto ache uma posição confortável e segura para realizar essa operação. Se fizer o processo contrário, deixar o braço na posição de repouso e levar a caixinha contra a agulha, uma pressão excessiva ou tremida na mão pode entortar o cantilever. Por isso, o Zero Dust deve ser aplicado com muito cuidado e técnica, visando evitar prejuízos maiores.

3) Métodos e produtos não recomendados
O álcool comum não é recomendado pois reage com a haste de metal (alumínio) que segura a agulha. O álcool isopropílico pode ser usado desde de que na proporção indicada acima. Porém, se a sujeira for removida apenas com a água, opte por não usar nenhum outro tipo de líquido.
Alguns colecionadores indicam a aplicação de um pouco de thinner de boa qualidade com um pincel bem macio. Esse método pode danificar a agulha e a haste que segura a agulha, pois o thinner possui compostos químicos muito fortes que podem reagir com alguns tipos de materiais bem como prejudicar a cola que fixa a agulha na haste. O mesmo se aplica para a vodka e o uísque, esses dois servem apenas para acompanhar uma boa audição.
Além disso, não é recomendado limpar a agulha com o vinil molhado ou com partículas de água, pois o vinil e agulha esquentam com o atrito e se ele estiver frio,  a agulha poderá em teoria danificar pedaços mais delicados do sulco. Alguns colecionadores afirmam que se você pegar um disco, ouvir e logo depois botar para ouvir a mesma faixa sem dar tempo do vinil esfriar, na segunda audição ocorre uma leve distorção. É fácil de medir com um disco de testes e um medidor de distorção e provavelmente possível de se ouvir para quem tem um ouvido treinado.
Agora, jamais tente remover sujeira da agulha com unha, dedo ou qualquer material pontiagudo, pois nessa tentativa você pode descolar a agulha da haste, entortar a haste ou até mesmo quebrá-la.
Também não limpe com a agulha virada para cima pois há o risco de o líquido escorrer pelo cantilever e entrar na cápsula.

4) Limpeza de Vinis
Tão impostante quando a limpeza da agulha é a limpeza e conservação dos vinis. Não adianta nada limpar a agulha se não limpar adequadamente os vinis. Para isso recomendamos os métodos de limpeza e lavagem de vinis já preconizadas nesse blog.
Muitas vezes, mesmo depois da lavagem, há vinis que tem uma sujeira muito "dura" de ser retirada. Quando você for ouvir o disco que foi lavado e perceber que a qualidade do som piora e uma sujeira se acumula em cima do vinil, retire-o e lave novamente, pois o vinil tem que ser tocado sem sujeira nenhuma. Se não for limpo novamente a sujeira rígida pode danificar a agulha. Lave o vinil quantas vezes for preciso até a agulha percorrê-lo de ponta a ponta absolutamente limpa.

5) Conclusão
É válido ressaltar que é importante manter os vinis e o ambiente de audição limpos, sempre na tentativa de evitar limpeza sucessiva da agulha. Não há nenhum limpador e nenhuma fórmula mágica que seja capaz de eliminar todos os tipos de sujeira da agulha. Tem umas que ficam grudadas e são difíceis de remover.
Confesso que, por outro lado fica "perigoso" recomendar soluções caseiras para a limpeza de agulhas, pois o problema pode não estar na agulha em si e sim nos LPs e no toca-discos. O som "ruim" pode ser por causa de vinis mal lavados e cápsulas desreguladas ou ambos somados.
De qualquer forma a limpeza da agulha é fundamental para preservar os vinis e também para se ter uma boa qualidade de audição.
Não esqueça de conferir os métodos de regulagem e manutenção da seção Toca-discos.

2 comentários:

  1. Excelente tutorial. Me tirou algumas duvidas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por ler.
      Qualquer dúvida entre em contato pelo email ou pelo facebook.

      Excluir